pix garantido

Pix Garantido terá juros menores que o cartão de crédito? Entenda!

O Banco Central está preparando uma surpresa para os brasileiros. Trata-se do Pix Garantido que deverá chegar ao mercado com juros menores que o cartão de crédito, ameaçando inclusive esse tradicional meio de pagamento.

Só para ter uma ideia, até maio de 2022, o Pix já contava com mais de 128 milhões de usuários cadastrados. Ou seja, mais da metade do Brasil já usa o Pix como principal meio para fazer suas transações financeiras.

Não é de se espantar que ele foi fundamental para a democratização no acesso bancário no Brasil. E ao que tudo indica, as novidades não vão parar por aí.

Lançamento do Pix Garantido

O Banco Central, recentemente, anunciou que até o próximo ano deverá lançar o Pix Garantido, que de acordo com a própria instituição terá juros menores que o cartão de crédito, que chega a acumular até 370% ao ano.

Ou seja, quando uma pessoa atrasa o pagamento da fatura do cartão, ou então paga o valor mínimo dele, ela acaba tendo que pagar um dos maiores juros do planeta que são os juros do rotativo do cartão que podem chegar a incríveis 20% ao mês.

O Pix Garantido chega ao mercado para mudar essa realidade, e vai permitir que tanto compras presenciais quanto virtuais possam ser parceladas. Entretanto, será necessário uma instituição financeira para intermediar a negociação.

Afinal, será essa instituição quem garantirá que o pagamento seja efetuado na data agendada caso o usuário não tenha saldo suficiente em conta.

Instrumento de crédito fácil e ágil

O Pix Garantido, diferente do Pix, será um instrumento de crédito ágil e simplificado, pois provavelmente, o cliente vai contar já com um limite de crédito pré-aprovado pela instituição financeira para fazer as suas compras.

Nesse caso, o cliente fará uma compra em uma empresa, dividirá o valor, e no dia do pagamento a instituição bancária vai debitar esse valor da conta do comprador e creditá-lo na conta do vendedor.

E se não houver saldo suficiente no dia, o cliente ficará em débito com o banco, e passará a pagar juros sobre o valor descoberto até que ele seja acertado com a instituição. Portanto, essa proximidade com o cartão de crédito pode colocar o produto em evidência.

A consequência é que no longo prazo o produto possa substituir por completo o cartão de crédito, uma vez que a intenção do Banco Central é fazer com que as taxas de juros pagas pelos clientes sejam menores do que as praticadas no mercado.

Como vai funcionar o Pix Garantido?

Algumas questões ainda não estão completamente claras acerca do funcionamento do novo sistema do Banco Central, entretanto, o que se sabe é que a taxa de juros incidente sobre o saldo descoberto será menor que a do cartão de crédito.

Todavia, ainda não há maiores informações se a parcela paga pelo cliente terá alguma taxa caso ele faça o valor do pagamento em dia. Caso isso aconteça, o cartão de crédito ainda será a opção mais indicada.

Vale destacar, que atualmente quando um lojista faz uma venda para o cliente, mesmo não antecipando o valor dessa venda, ele paga uma taxa só pelo fato dela ter sido feita no cartão.

Com a eliminação dessa taxa, o Pix Garantido será mais atrativo para quem vende. Resta saber se também terá a mesma atratividade para quem compra, e caso sim, certamente colocará o cartão de crédito em xeque.

E você, ansioso pela chegada do Pix Garantido? Diz aí para gente nos comentários e compartilhe esta matéria com todos os seus amigos nas suas redes sociais.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
PostS RelacionadOs
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Menu