Fim dos cookies de terceiros: o que você precisa saber

Desde 2021, o Google já divulgava a intenção de desativar os cookies de terceiros, decisão que foi colocada em prática no início deste ano, em uma iniciativa que visa aumentar a proteção dos dados e a privacidade dos usuários.

Se você ainda não sabe o que é isso e como está funcionando na prática, este conteúdo é para você!

Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o fim dos cookies de terceiros.

O que são cookies?

Presentes na internet desde 1990, os cookies são pequenos arquivos, criados por sites que o usuário visita, e que permanecem salvos no dispositivo para identificar quem é você.

Na prática, esses documentos permitem que seus sites favoritos facilitem sua inscrição em um novo formulário, preenchendo automaticamente dados que você já inseriu anteriormente, mostrem notícias do seu interesse, e até mesmo reconheçam quando você já está logado.

Em geral, esses são os três principais casos em que os cookies as necessidades dos usuários e dos sites:

  • Cookies no Login
  • Cookies no pré-preenchimento
  • Cookies de marketing (anúncios)

Leia também: Como usar dados para otimizar estratégias de marketing? Entenda!

O que são cookies de terceiros?

Existem dois principais tipos de cookies: os cookies primários (1st party cookies) e os cookies de terceiros (3rd party cookies).

Os cookies primários são criados pelo próprio site que você está visitando e são armazenados no seu computador, ou dispositivo móvel, pelo próprio site, com acesso limitado a eles.

Já os cookies de terceiros são criados por outros sites que não o que você está acessando, são armazenados em seu computador ou dispositivo móvel e também só podem ser acessados por eles. Um bom exemplo é quando você encontra uma publicidade de uma marca dentro de um site de notícias.

Por que o Google vai desativar o cookies de terceiros?

O assunto da desativação de cookies de terceiro surgiu em 2021, quando o Google anunciou a intenção de desativar quando alguém utilizasse o Google Chrome.  A medida foi tomada, especialmente, para aumentar a segurança dos dados e proteger a privacidade de quem utiliza os sites. 

Além disso, de acordo com a empresa, o projeto Privacy Sandbox visa não só proteger os dados dos usuários e garantir maior controle sobre o uso dessas informações, mas também, ao mesmo tempo, desenvolver tecnologias capazes de fornecer ferramentas necessárias para as empresas e desenvolvedores manterem seus negócios digitais bem sucedidos.

Como o bloqueio vai funcionar na prática?

Em vez de rastrear e coletar dados em nível individual, a abordagem será de coletar informações agrupadas. Ou seja, nesse novo cenário, os interesses dos usuários são visualizados como comuns em grandes grupos, permitindo que as empresas direcionem anúncios de acordo com as preferências de conjuntos de pessoas. 

Essa transição vai preservar a privacidade dos usuários, uma vez que não identifica individualmente quem está utilizando o site ou navegando online.

A principal vantagem desse modelo é que os usuários individuais permanecem anônimos, pelo menos no que diz respeito aos dados coletados para fins publicitários, e aos usuários um controle mais efetivo sobre quem tem acesso e utiliza suas informações. 

É possível manter a captação de dados nos sites sem os cookies?

Sim. Existem diferentes formas de solicitar o consentimento de quem navega pelo site.  

Por exemplo, você pode ativar pop-ups na tela quando um usuário acessa uma página e solicitar esse consentimento. O que também vai te garantir estar de acordo com a LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais.

Com isso, seu negócio demonstra o compromisso com a proteção da privacidade do usuário, optando por não utilizar cookies no site, podendo aumentar a confiança do público em relação à sua marca.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
PostS RelacionadOs
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Menu